História

Nascido e criado no estado de Nova York, nos Estados Unidos, Michael Robert Zellner conheceu o shuffleboard através de seu avô, quando ainda era adolescente. Após 21 anos de carreira como oficial engenheiro de voo da Força Aérea Americana, Michael pediu reforma em 1995 e veio morar no Brasil, na cidade de São Paulo, trazendo na bagagem: tacos, discos, um livro de regras e a planta de construção da quadra.

Em janeiro de 1996, Michael construiu uma quadra em um condomínio naturista na zona rural de Guaratinguetá, no estado de São Paulo, onde mantinha uma casa de fim de semana. Sem ter adversários para jogar, Michael começou a ensinar o jogo a todos que mostrassem interesse. Alguns meses depois, Michael e alguns de seus primeiros alunos brasileiros fundaram a Associação Brasileira de Shuffleboard, sendo ele o presidente e Luiz Pimentel, um de seus pupilos mais entusiasmados e promissores, o vice-presidente.

Luiz Pimentel

 Já em 1997, a ABS formou sua primeira equipe para participar do Campeonato Mundial de Shuffleboard daquele ano, realizado na cidade de Hendersonville, Carolina do Norte, Estados Unidos.

Desde então, o Brasil esteve presente em quase todas as edições, conquistando inclusive uma 3ª colocação no mundial de 2007 (por equipes), em Midland, Canadá, e outro 3º lugar no campeonato individual de 2011, em Dieppe, também no Canadá.

No final de 2010, Michael deixou a presidência da ABS após ser eleito para a presidência da Associação Internacional de Shuffleboard (ISA). Luiz Pimentel assumiu e tornou-se então o segundo Presidente da ABS. Cargo ocupado atualmente por Bernar Borges, desde janeiro de 2014.